Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

06
Abr 08
A democracia está para mim, como a ditadura está para qualquer adepto ferrenho. O mundo acaba ali, e mai nada!
Nas questões de futebol, fruto da progressiva desilusão de que tenho sido, repetidamente, vítima, cada vez sou mais neutra. Nem sempre evito os nervos que sinto, de cada vez que vejo uma cambada de 11 patacônios desmotivados num relvado, correndo atrás da bola como eu corro atrás do cão...que não tenho... Ainda assim, cada vez me ralo menos.
Aliás, o meu fanatismo clubístico é tão grande, que ainda nem conheço a nossa nova arena e já fui três vezes à arena do principal rival...
Agora, se há coisa que me irrita solenemente, é não poder pregar olho até às tantas, porque um grupo de machos que fervilham testosterona e têm mais álcool do que sangue no corpo, se lembra de gritar a noite inteira "campeões, nós somos campeões" e usam as buzinas do carro como se tivessem (e desculpem-me a dimensão do desabafo) a gaita na ponta dos dedos.
Desde já muito grata pelas olheiras conferidas. Na certeza de que para o ano, provavelmente, haverá mais.
magnetizado por Bibs às 12:06

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
17
18
19

23
24
25
26

27
28
29
30


me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO