Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

23
Ago 08
Sempre achei esta letra (Carlos Tê, pois claro!) muito, mas mesmo muito siderante
(lamentavelmente apenas escutada uma vez ao vivo...)

Tenho à janela
uma velha cornucópia
cheia de alfazema
e orquídias da Etiópia
Tenho um transistor

ao pé da cama
com sons de harpas e oboés
e cantigas de outras terras
que percorri de lés-a-lés
Tenho uma lamparina

que trouxe das arábias
para te amar à luz do azeite
num kamasutra de noites sábias
Tenho junto ao psyché

um grande cachimbo d'água
que sentados num canapé
fumámos ao cair da mágoa
Tenho um astrolábio

que me deram beduínos
para medir no firmamento
os teus olhos astralinos
Vem, vem à minha casa

rebolar na cama e no jardim
acender a ignomínia
e a má língua do código pasquim
que nos condena numa alínea
a ter sexo querubim

(Bairro do Oriente)
magnetizado por Bibs às 22:08

Antes de mais, o meu sincero agradecimento ao Sr. João, pela preciosa ajuda! (só faltou ter-me avisado que o restaurante xpto precisava de reserva!!! Lapso imperdoável!) Mas acabamos num restaurantezinho à maneira. Prometemos voltar para molhar o "pénorio".
Ora bem, a Srª Dona Manuela foi mais uma vez um verdadeiro bicho de palco, fabuloooossaaaa!! (pá, nem se queria ir embora nem nada!)
Houve direito a tudo quanto se pediu:
Gti, 6o andar, Lado esquerdo, Sopro do coração, Farenheit, H2omem, Corda bamba, Problema de expressão, Sangue frio,...
Houve tempo para brincadeirinhas novas e tudo:
Vénias para a organização, apesar das tais falhas de electricidade.
(Este ano as terrinhas investiram bem em animação, à excepção da minha, em que as vacas ficaram totalmente anorécticas e não se fez nada de jeito).
E gostamos muito!

"Quando penso em nós dois

Deixo tudo pra depois"



magnetizado por Bibs às 21:50

22
Ago 08
I'm a bitch, I'm a lover
I'm a child, I'm a mother
I'm a sinner, I'm a saint
I do not feel ashamed
(...)
I'm nothing in between


So DON'T TAKE me as I am

I've been numbed, I'm revived
can't say I'm not alive
You know I wouldn't want it any other way
magnetizado por Bibs às 12:31

Este foi o meu resultado:
Vive fazendo planos e projecções. É equilibrado e nunca quer mais do que pode ter. Gosta de desafios e fortes emoções.
Não se preocupa tanto com a beleza exterior (bahhhhh!!!) e, sim, com a essência das coisas. Não consegue ficar sozinho (às vezes até agradeço). Gosta de estar sempre rodeado de amigos e da família. Gosta de manter o controle da situação e saber exactamente onde está pisando.É simples, realista e directo. Nada de rodeios ou frescuras.
Acredita que a felicidade está nas coisas simples da vida. Não consegue ficar longe da bagunça das cidades grandes. Fica ruminando seus problemas por dias, sem conseguir resolvê-los.
Façam o vosso AQUI
magnetizado por Bibs às 09:44



Além de engraçadinho e douradinho, este menino (que é pouco mais velho que eu!..) honrou e levou à boquinha do Mundo o nome do glorioso!!!

Não ganhamos no futebol, no ciclismo o plaza não está a conseguir a sua plaza no podium, e nas restantes modalidades andamos a suar a camisola e é um facto, as coisas não têm saído muito bem...

TU CONSEGUISTE!

E eu babei de orgulho.

(E o Portugal dos Portugueses não benfiquistas também, o que não deixa de ser um feito ainda mais heróico!)

magnetizado por Bibs às 09:33

18
Ago 08

Parabéns é o plural de parabém. Segundo Antônio Geraldo da Cunha (Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa), parabém é aglutinação da preposição para com o substantivo bem.


Etimologias à parte... Hoje esta casinha celebra 1 ano de existência. Começou com pouca mobília, muito timidazinha e de paredes caiadas de fresco. Hoje já recebe os convidados com outra roupagem e mais descontracção. E está manifestamente feliz por ter sobrevivido aos sucessivos arranques e derrapagens da sua dona cheia de ideias, que já aqui postou as mais variadas insanidades.


Posto isto, Parabéns!!! E que o futuro seja para bem (nada tendenciosa ou pretenciosa).

magnetizado por Bibs às 14:01

... então dissiparam-se todas e quaisquer dúvidas.
Porque isto não tem tamanho.
Porque se ouve e se sente.
Sente-se prazer e sente-se a tal dor que potencia tudo o resto.
Sente-se ferver em nós. E é absolutamente imperdível.

"Wild, white horses
They will take me away
And the tenderness I feel
Will send the dark underneath
Will I follow?"


Já cheguei onde queria...
Amanhã parto de novo.

AVA BETH!
magnetizado por Bibs às 13:51

Receita para fazer coquinhos
- 130g de côco ralado
- 150g de açúcar
- 4 ovos
(é preciso forminhas pequenas)
Ora bem, batem-se os ovinhos com o açúcar (à manápula, pa ganhar músculo; se usam a batedeira estragam o esquema todo). Depois de obterem uma massa homogénea, adiciona-se o côco ralado e toca a dar ao braço outra vez. A massa deve dar para cerca de 20 a 22 bolinhos (depende se são forretas ou mãos largas a doser). Colocam nas forminhas e levam ao forno a 180 ºC durante 25 a 30 minutos (se cheirar a chamuscado, bad luck).
Bom apetite!
magnetizado por Bibs às 13:45

Aprendeu-se:

Que o fruto proibido não é o mais apetecido, muito pelo contrário (esboça-se uma carinha de descontentamento e insatisfação);

Que se recebem prendas fora de época (e daquelas boas, que hão-de ficar para a posteridade);

Que não temos Verão... ponto!

Que a sorte favorece as mentes preparadas (já dizia, e bem, Pasteur). Reformulando: o treino favorece as aptidões culinárias;

Que a shortsleeper anda a passar à história e já se rende a nove horinhas de sono;

Que há feriados em Agosto que sabem a chocolate Kinder (por outras palavras, sabem muitíssimo bem!)

Que se aprecia a pacatez de uma vidinha muito trivial... porque no mais banal dos momentos, se encontra a plenitude de um sorrisinho sincero e feliz :)

Que custa retomar a dita normalidade depois de tanto dolce farniente...

Que queremos mais!!!! (pedinchona!!!)
magnetizado por Bibs às 13:32

13
Ago 08
Volvido um ano!
Há precisamente um ano... escrevia o textinho infinto, com as milhentas referências ao fulano, sicrano e beltrano (domino IG!!!). Desdobrava-me em preces para ter direito aos meus dias de SOL verdadeiros. Contorcia-me na cadeira, enquanto alguns me socorriam com miminhos (não, jamais me poderei esquecer). Percorria os barzinhos com cheiro a maresia, soltava risos que não eram meus, ia aqui e acoli, adormecia já com a manhã a vir, acordava ainda a manhã não ia a meio.
E, no fundo, só doía.
Não são precisos os meus sábios 23 para saber que a vida (minha ídola desde a nascença, pela sua espectacularidade e estupidez natural) dá gandeeeeesssss voltas.
E não é que deu mesmo????!!!!!!!!!!

"'Cause you know... the world turns faster just to bring us together"
Tenho-o dito e sabido.
Pró ano há mais...
magnetizado por Bibs às 17:02

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
15
16

17
19
20
21

24
25
26
27
28
29
30

31


subscrever feeds
Visitantes úteis
Hit Counter
Free Web Counter
Dia fútil do mês
Related Posts with Thumbnails
me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO