Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

10
Mar 08

o mundo pára só para mim... pára no preciso momento em que eu lhe peço para parar. E fico ali, parada e estanque, a rever o que jamais posso apagar. Partilho-a, mas é minha, muito minha mesmo... Cheira a terra molhada, a noites quentes, a brisas de arrepio. Cheira a café acabado de moer, cheira a prazer. Sabe a pecado puro e etéreo, sabe a inocência e a vontade. E dá vontade de continuar ali, parada e estanque, enquanto te vejo e revejo de cor, em cada silêncio e em cada passo, em cada desmesurado prazer de contemplação. Inabalável e inigualável, traz-me tudo o que preciso para querer cada vez mais.

"TUDO O QUE QUISER TEM QUE ENTENDER. NAS PALMAS DA MÃO, SE TIVER PORQUÊ. FRÁGIL NESSA TERRA, FÁCIL DERRUBOU... QUANDO JOGOU FORA, TUDO ACABOU"

magnetizado por Bibs às 22:23

3 anos de permanência
a ministra
aulas de substituição
a ministra
escolas abertas mais horas por dia
a ministra
professores avaliados por pais
a ministra
professores avaliados por colegas
a ministra
professores a traçarem objectivos curriculares
a ministra
professores e a relação com as notas dos alunos
competência
lealdade (ministra, ministra, ministra...)
indignação
a ministra
bla, bla, bla
a ministra
bla, bla, bla
a ministra
bla, bla, bla
a ministra

bla, bla, bla
A MINISTRA
(desisto do telemóvel como meio de comunicação coerente!!!)
magnetizado por Bibs às 21:30

continua a ser um honest wish (March honest wish)
magnetizado por Bibs às 21:23

Peace and quiet
Just to say
I'm tired
altamente permeável a uma Bjork a servir de fundo
magnetizado por Bibs às 21:10

"Quem canta seus males espanta": dado o tenebroso dia de hoje, cantarei até que a voz me doa, a plenos pulmões.
E até escrevo a letra...
Eu sonhei, que o mundo estava a aparvalhar
E isso fez-me pensar
Em tudo o que me apetece mesmo fazer
Lamentei tudo o que quis e não fiz
Vou fintar qualquer obstáculo para concretizar
todos os meus sonhos
Apenas...
Tenho que virar
A minha vida de pernas para o ar
E procurar, um quartito giro
para ir nanar
(no que concerne à parte do arranjar um emprego, gostaria imenso que o Ricardo Azevedo me explicasse a lógica dos versos: Só me falta arranjar um emprego/Para poder estar contigo/Só contigo...É que supostamente o emprego rouba tempo (e muito) às outras coisas. Adicionalmente, se houver o tal empregó, é impossível não estar com outras pessoas... mas perdoa-se o lapso e entende-se o amor de perdição!)
magnetizado por Bibs às 21:09

Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
14
15

16
18
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO