Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

01
Fev 08
Inaugurou-se o dito mês do amor. <3
Curioso... Porque é que escolheram o mês mais pequeno? (pah, gastam-se uns trocos extra no dia D e por isso, o orçamento fica mais curto para o resto...a melhor solução é mesmo acabar o mês mais rápido). É natural que tivessem pensado em Dezembro, mas nem todos recebem subsídio nessa altura e já há encargos a mais com as rabanadas...
(Ora o meu Fevereiro começou amorosamente bem: depois da manhã muito pouco agitada(...), das enxaquecas pouco profundas (...), do contínuo desespero na busca incessante pelos bilhetes que NENHUMA ALMA BOA ME CEDE GENTILMENTE, da tarde passada em codificações e QFA's, nada como passar a noite de sexta-feira metida em casa, a fazer o trabalhinho de Leiria; sinal claramente indicativo de que tenho de tirar umas férias ainda mais amorosas p'aquelas bandas... ou não!)
P.S.: Missão cumprida!!! HAPPY HAPPY HAPPY
magnetizado por Bibs às 23:53


Porque é que Leiria (essa bela localidade...) tem 16 concelhos?
Porque terei eu de fazer um trabalho que inclua a densidade populacional de cada um deles, a distribuição pelo grau de instrução, estado civil, etc??
É por estas e por outras que acumulo tanto conhecimento útil...
magnetizado por Bibs às 15:37

Ora o(a) digníssimo(a) leitor(a) estará agora a pensar que rocambulesca ideia me terá aflorado ao pensamento para, numa 6a feira de chuva, depois de poucas horas de sono bem dormidas, tentar estabelecer um qualquer elo de ligação entre estas coUsas...
Ditou a teoria da evolução (evolucionismo ou darwinismo para as mentes que não me acompanham) que apenas as espécies mais aptas sobrevivessem. Trocado em miúdos (isento de qualquer conotação menos própria com abuso de menores) isto significa que apenas aqueles que conseguem adaptar-se às condições mais adversas safam o pêlo.
Quem se safa, é mais feliz do que aqueles que ficam preteridos, encostados à boxe, à espera de recauchutagem...
Às 6as feiras, por mais que as condições sejam deveras adversas, somos todos mais felizes e, de uma forma ou de outra, todos acabamos por sobreviver.
Quanto ao pão, também neste existe o mesmo processo de selecção do "mais apto"; enquanto escrevo à velocidade do som (que neste caso não passa mesmo do som produzido pelo roçar de teclas mais fugaz possivel que os meus dedos conseguem produzir) mastigo, concomitantemente, o pão "semi cozido" (porque não gosto daqueles muito tostados) que acabei de seleccionar entre os demais na padaria. E o pão às 6as tem sempre outro sabor...
E hoje, pela primeiríssima vez em muito tempo, sinto que houve mesmo evolução. Independentemente de não ter encontrado a parva da chave (personificações bravas), o telefone e, sobretudo, a paciência.
Haja alegria... mesmo sem casal garcia.
(Nota: post escrito às 8:00, embora apenas publicado às 10:54, por problemas técnicos que me são totalmente alheios)
magnetizado por Bibs às 10:54

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
16

17
19
20
22
23

28
29


subscrever feeds
me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO