Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

15
Out 07
"Bought a ticket for a runaway train
Like a madman laughin' at the rain
A little out of touch, a little insane
It's just easier than dealin' with the pain
Runaway train never comin' back
Runaway train tearin' up the track
Runaway train burnin' in my viens
Runaway but it always seems the same
Runaway train never coming back
Wrong way on a one way track
Seems like I should be gettin' somewhere
Somehow I'm neither here nor there"

Ele disse-lhe que a esperaria no oriente, na conxixina... Onde quer que ela fosse, ele segui-la-ia. Levá-la-ia a toda a parte, encontra-la-ia na multidão. Deixaria tudo para trás, mesmo aquilo que sabia não poder deixar. Acompanha-la-ia, mais uma vez, nas ambições, nos pânicos, nos deleites. Pedir-lhe-ia que ficasse, mesmo sabendo de antemão a resposta. E prometeu-lhe que não haveria despedida.
E quando é assim, a gratidão basta?
Até já...
magnetizado por Bibs às 09:05

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

19

24
26

30


subscrever feeds
me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO