Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

16
Mar 09

Um dia acho que perco tudo, mas até que esse dia chegue, quero VIVER.

 

Um dia deixo de ter medo de perder o que já ganhei, mas que nunca é totalmente meu. Um dia, desapego-me do meu taciturno prazer de construir silêncios. Um dia...

Um dia ganho tempo para fazer o que quero e perco o tempo de fazer as coisas que dispenso. Um dia... Um dia grito de prazer no meio da rua, digo a toda a gente que estou realmente bem, que JÁ tenho o que mais quero.

Um dia... Um dia qualquer que não sei quando chega, e que nem tão pouco sei se já chegou e passou.

Hoje, como nestes últimos dias, tive regozijos momentâneos. Tive momentos de dor, de sensação de queda abrupta.

Sou sempre assim, a tal antítese (des)virtuosa.

 

E hoje, pela primeira vez desde 2006, soube que VOU TER FÉRIAS DE FORMA OFICIAL.

Agora calo-me para ir gozar o meu silêncio.

 

 

magnetizado por Bibs às 21:59

No comments:
Não gostei...
RAG a 17 de Março de 2009 às 10:14

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
17
18
20
21

23
24
25
26
27
28

31


me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO