Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

19
Ago 07

Rituais de domingo iniciados: despertar tardio, banho de prazer, brunch apetitoso, caminhada pelo calçadão que culmina, invariavelmente, na compra do jornal.

Já no Homem do Leme, sorvendo aquele café quase mágico (desta vez não estava queimado!), entre sorrisos de uma cumplicidade que se não tem, desperta a curiosidade para o tema da revista... sexo e comida. Expectável é que a "Notícias Magazine" atinja o seu auge de vendas hoje!

O artigo está razoavelmente bom,embora com algumas lacunas na fisiologia ligada à sexualidade, pois a oxitocina não explica tudo. Mas falta-lhe, essencialmente, estabelecer uma ponte fundamental - a ligação sensorial entre sexo e comida é descurada. A boca é o elo de ligação primordial: a boca que recebe o alimento, a boca que determina o início de um novo expoente de prazer. Todos os sentidos são potenciados e estimulados se, durante o sexo, houver comida. Um simples morango com canela, a pedra de gelo quente que queima e refresca, o quadrado de chocolate que vai derreter mais depressa do que o habitual (porque a temperatura do corpo está muito acima do seu normal)... atingem-se píncaros extrasensoriais.

Acima de tudo, julgo não ser essencial fazer uma refeição abundante, requintada/gourmet como ritual de iniciação para o resto. O acto social que vigora numa refeição a dois não se cinge apenas à mais básica função dos alimentos - nutrir - mas sim à descoberta e ao desejo de partilhar "outras iguarias". Só para casais que tenham uma relação de longa data é que isto se torna possível; nos restantes casos, a ânsia do "culminar perfeito" corta todos e quaisquer apetites. Não neguemos - a paixão emagrece!..

Deixando os famigerados pecados capitais para trás antes que sucumba à tentação (!), vou agora mesmo trabalhar... talvez amanhã seja o meu domingo no mundo (aiii Sérgio Godinho).
Ficam duas charadas de difícil resposta: O que são uma boa noite e um bom dia?? (aceitam-se sugestões)
magnetizado por Bibs às 12:37

No comments:
Em primeiro lugar, já merecíamos um blog teu! Tou a gostar disto miúda :)
Um bom dia e uma boa noite não tem nada de charada. É um dia perfeito.
Cuko a 19 de Agosto de 2007 às 15:26

Depois de ler o comentário ao artigo, fiquei com água na boca... só pelo chocolate!!
Anónimo a 20 de Agosto de 2007 às 12:52

Eu prometi, eu vou cumprir...
O que é um bom dia? Um bom dia pode ser definido como acordar com a nossa música favorita no rádio, abrir a janela e sentir uma leve brisa no rosto e o sol a aquecer o sangue que nos corre nas veias. É olhar para a cama e ver que lá "jaz dormindo" a nossa cara metade. É poder dar-lhe um beijo sem ela acordar, reconfortando-a e reconfortando a nossa própria alma. É olharmos-nos ao espelho e dizer: "Hoje vai ser um grande dia!!!", e sentir a frescura da água pela manhã. É tomar um óptimo pequeno almoço com alguém e sentir um sorriso matinal de quem tem optimismo para enfrentar o novo dia. É fazer as coisas sem ter "freios, derrapando sem receio"...
No fundo é fazer um pouco do que fazemos diariamente mas as quais não damos a importância devida!!!
Depois deste devaneio todo ainda queres saber o que é uma boa noite?
Beijo GSI :)
Felgueiras a 31 de Agosto de 2007 às 17:31

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17


26
28
29
31


me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO