Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

27
Nov 07


A porta abriu-se, sem querer. Ninguém proferiu uma palavra, num silêncio de cinzas avassalador.
E no silêncio, encontrou-se a palavra certa.


...Nota mental: não pensar...


Já não havia tempo nem força para mais.
Foi o perdão que se deu, mesmo quando ainda não se sabia a verdade. Para quê?


Não valia a pena, pois não?
ela desistiu.
magnetizado por Bibs às 08:56

No comments:
desistiu?
Anónimo a 27 de Novembro de 2007 às 11:10

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

17

19
21
23

29


me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO