Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

22
Nov 08

Só à segunda tentativa foi possível vê-lo por inteiro.
O sofá quentinho e o aconchego todo derrotaram-me numa soneca arrebatadora:)
O filme:
catita e ridículo, para mostrar que podemos amar o que queremos, desde que haja alguém que nos ame e nos aceite tal qual como somos.
Ideal para fazer os preliminares da cinemateca do Natal.
magnetizado por Bibs às 19:21

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

19
20
21

29

30


me, myself&I
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO