Porque a vida não é um lugar comum. "Transmutar su carne en alma; luego su alma en sueño"

19
Mai 10

Olhei para ela. Tinha à minha frente mais uma pessoa, como tantas outras.

Mais uma com os mesmos problemas, as mesmas dificuldades. A mesma impotência. Sim, aparentemente era mais uma que não conseguia.

Começou no seu discurso, um pouco disconexo, sem um princípio lógico, sem um fim previsível:

 

 - Tenho uma coisa a dizer-lhe. Não sei que conselhos me vai dar aqui. Aliás, faço uma pequena ideia, mas não posso dizer ao certo. Sejam lá quais forem... há um pedido que lhe quero fazer: que não sejam pagos. Não posso gastar mais em mais nada. Eu sou aquela que não sai aos fins-de-semana, por saber que não tem dinheiro para tomar um café.

 

(...)

 

 

Os problemas estão tão perto de nós...

magnetizado por Bibs às 14:29

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
20
21
22

23
25
26
27
29

30
31


Visitantes úteis
Hit Counter
Free Web Counter
Dia fútil do mês
Related Posts with Thumbnails
me, myself&I
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO